Publicado: 06/05/2019 ás 10:25:00
Autor: Ascom/Marcello Paulino
Foto por: Ascom/Tarsila Borges

Os vereadores aprovaram e os interessados em disputar uma vaga de conselheiro tutelar terão de ter curso superior e Carteira Nacional de Habilitação (CNH), na categoria A e B.

A alteração na Lei n. 1.999/2011foi votada e aprovada pelos vereadores em sessão extraordinária, realizada na última segunda-feira (29). A proposta é de autoria do Poder Executivo.

De acordo com o vereador Airton Callai (PRB), o objetivo da mudança é selecionar candidatos mais preparados para o cargo e garantir a qualidade do serviço, que é ofertado a população.

"O trabalho do conselheiro tutelar exige muito. Além do conhecimento sobre o Estatuto da Criança e Adolescente, o candidato precisa trabalhar o emocional, porque normalmente, lida com situações difíceis. A intenção da prefeitura é selecionar candidatos mais preparados para a função."

Em relação a carteira de habilitação, a exigência visa facilitar o locomoção do conselheiro, durante as diligências.

As alterações aprovadas pelos vereadores farão parte do edital de processo de seleção de novos conselheiros, que deve ser lançado ainda este mês. Atualmente, Lucas do Rio Verde possui dez conselheiros tutelares, sendo cinco titulares e cinco suplentes.


  • Palavras-chave:
  • Alteração
  • Curso Superior
  • CNH
  • Conselheiro Tutelar

  • Copyright © 2019 - Camara Municipal de Lucas do Rio Verde - Todos os direitos reservados.