Publicado: 07/05/2019 ás 12:04:00
Autor: Ascom/Marcello Paulino
Foto por: Ascom/Tarsila Borges

Os vereadores aprovaram na noite desta segunda-feira (06), em sessão extraordinária, o Projeto de Lei n. 128/18, que trata de autorização para a venda da área onde funcionava o Posto Central.

A área total, localizada a Avenida Mato Grosso, no Bairro Cidade Nova, possui mais de 3.500 metros quadrados. O imóvel foi desmembrado em seis terrenos, com medidas entre 495 m² e 720 m². Cinco terrenos serão comercializados.

Segundo o vereador Airton Callai (PRB), os lotes serão vendidos por meio de concorrência pública e o valor arrecadado com a venda, será investido em obras no município.

"A única maneira de conseguir dinheiro novo para investir em obras é vendendo imóveis. Nós estamos há alguns anos sem fechar grandes convênios com o governo federal e necessitando de recursos para investir na construção de escolas e unidades de saúde. Nossa população cresce quase 10% por ano."

O projeto foi aprovado com sete votos favoráveis e dois votos contrários, dos vereadores Dr. Wagner Godoy (SD) e Jiloir Pelicioli (Mano - PDT). Antes da votação, o vereador Mano solicitou ao presidente a retirado do projeto da pauta e, na sequência, pedido de vistas, que foram negados pelos vereadores.

"Não seria uma semana a mais que iria atrapalhar o planejamento do município. Solicitei mais tempo, porque gostaria de saber onde será investido o recurso e o projeto não fala", ressaltou Mano.

Na semana passada, o projeto foi discutido pelos vereadores, com a participação do prefeito Luiz Binotti e do gerente de Desenvolvimento Sustentável Zeca Pícolo.

A preocupação dos parlamentares era quanto ao Centro Atendimento Multiprofissional (CAM), que atualmente, funciona em um prédio cedido pela Secretaria Municipal de Educação.

O prefeito se comprometeu em manter o funcionamento do CAM no mesmo local, até que o novo Fórum seja construído e os serviços da saúde possam ser alocados no prédio, onde hoje funciona o Fórum.

A concorrência pública ainda não tem data definida para o lançamento. Com a venda dos cinco terrenos, o município espera arrecadar aproximadamente R$ 6 milhões.


Veja as Fotos

  • Palavras-chave:
  • Concorrência Pública
  • Venda de lotes
  • Posto Central

  • Copyright © 2019 - Camara Municipal de Lucas do Rio Verde - Todos os direitos reservados.