Publicado: 19/12/2018 ás 13:26:00
Autor: Ascom/Marcello Paulino
Foto por: Ascom/Marcello Paulino

A partir de 2019, com a sanção do prefeito Luiz Binotti ao Projeto de Lei n. 49/18, as unidades de saúde de Lucas do Rio Verde terão a disposição um profissional intérprete da Língua Brasileira dos Sinais (Libras).

A proposta é do vereador Dr. Jaime Floriano (PDT) e tem como objetivo garantir o atendimento adequado aos portadores de deficiência auditiva. O projeto foi aprovado na última sexta-feira (14), durante sessão extraordinária.

Segundo o vereador, há alguns anos, a Educação vem trabalhando a inclusão de portadores de necessidades especiais em escolas comuns, convivendo com outros alunos, com ou sem a deficiência.  

"Nada mais justo do que, também, beneficiar o paciente que vai a unidade de saúde, que é internado, para que se tenha uma relação médico/paciente mais próxima e mais clara."

A proposta não é contratar um profissional para cada unidade de saúde, mas que a Secretaria de Saúde tenha dois profissionais no quadro de servidores que possam se deslocar até o PSF, para auxiliarem no atendimento.

O vereador explica que a intenção não é trazer mais custos ao município. Segundo ele, a gestão pode optar pela contratação de profissionais com o domínio da linguagem ou propor a capacitação dos atuais servidores.  

"Eu não vejo isso como um custo a mais aos cofres públicos, é um benefício para a população de surdo/mudo, que é uma população que cresce a cada dia e que precisa ser incluída em todas as relações."

A disponibilidade de um profissional para atender as pessoas com deficiência auditiva tem como base a Lei Federal 10.436/02, que garante o atendimento adequado a todos os portadores.


  • Palavras-chave:
  • Inclusão Social
  • Libras
  • Surdo/mudo

  • Copyright © 2019 - Camara Municipal de Lucas do Rio Verde - Todos os direitos reservados.